“Quem entra na pilha só da vacina é um idiota útil”, diz Bolsonaro

“Devemos ter várias opções”, diz Diz que se reunirá com Netanyahu
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter

O presidente Jair Bolsonaro disse nesta 5ª feira (11.fev.2021) que aqueles que “entram na pilha da vacina, só da vacina” são “idiotas úteis”. A declaração foi feita em transmissão ao vivo na página oficial nas redes sociais do mandatário.

“Quando eu falei remédio lá atrás, levei pancada. Nego bateu em mim até nao querer mais. Entrou na pilha da vacina”, disse. E completou: “O cara que entra na pilha da vacina, só a vacina, é um idiota útil. Nós devemos ter várias opções”.

Bolsonaro falava sobre um possível encontro virtual que terá com o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, para tratar sobre a possibilidade de importar um spray experimental contra o câncer que, segundo ele, pode ajudar no tratamento contra a covid-19.

“Se Deus quiser, amanhã, encontro nosso Benjamin Netanyahu para tratar desse assunto. E quero obviamente trazer para cá, pegar documentação, dar entrada na Anvisa [Agência Nacional de Vigilância Sanitária]”, disse.

Segundo o presidente, “esse novo spray está servindo para, pelo menos experimentalmente ainda, para pessoas em estado grave”.

“Para quem está contaminado não adianta a vacina, tem gente que acha que adianta. Não adianta. Quem está contaminado tem que ir para o tratamento precoce, procurar o médico, ver se tem alguma sugestão para você”, afirmou Bolsonaro.

 

 

HIDROXICLOROQUINA

O presidente rebateu na live a informação publicada pelo jornal Folha de S.Paulo de que o governo federal gastou R$ 70,4 milhões para produzir 4 milhões de comprimidos de cloroquinapor meio da Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz).

Disse que “ninguém está fazendo nada errado ou jogando fora [os comprimidos]”. E completou: “Tem muito médico que usa hidroxicloroquina, ivermectina, houve um consumo maior disso. Eu tomei. Qual o problema?”

Ainda sobre pandemia, Bolsonaro criticou o secretário de Saúde do Maranhão por reclamar da falta de leitos no Estado. “O secretário diz que nós não estamos ajudando. Para onde foi esta grana? Acho que vou perguntar para a Polícia Federal, para tirar a pratos limpos, já que não tem, e o dinheiro foi dado, para onde é que foi este recurso”, disse. A comitiva do presidente esteve em Alcântara (MA) nesta 5ª feira.

A Merck, empresa farmacêutica que produz a ivermectina, divulgou um comunicado no dia 4 de fevereiro, em que afirma não haver base científica para comprovar a eficácia do medicamento no tratamento da covid-19.

Em janeiro, a SBI (Sociedade Brasileira de Infectologia) informou que não recomenda tratamento precoce para a covid-19 com qualquer medicamento. Citou cloroquina, hidroxicloroquina e ivermectina. Segundo o órgão, “não existe comprovação científica de que esses medicamentos sejam eficazes contra a covid-19”.

 

 

 

FONTE: PODER360

Deixe um comentário

Lat. 03 cpu, live
lat02-gif papo livre
No data was found
%d blogueiros gostam disto: