Terrorista tunisiano que matou brasileira dentro de basílica entrou na Europa pela Itália

Foto: Reprodução, infos-israel.news
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter

O terrorista que matou a facadas três pessoas na basílica de Nice, na França –entre elas a brasileira Simone Barreto, de 44 anos–, foi identificado como Brahim Aouissaoui, um tunisiano de 21 anos. Ele foi ferido e preso pela polícia após a série de assassinatos.

De acordo com a imprensa francesa, o tunisiano entrou na Europa por Lampedusa, porto de entrada de imigrantes, em 20 de setembro e passou pela cidade italiana de Bari no dia 9 de outubro.
  
O terrorista portava um documento da Cruz Vermelha italiana com sua idade e sua nacionalidade.

Segundo o chefe do parquet antiterrorista francês, Jean-François Ricard, o assassino enfrentou quatro policiais municipais aos gritos de “Allah akbar” (Alá é grande) antes de ser ferido e contido por eles. A intervenção da polícia, disse Ricard, evitou uma tragédia ainda maior.

 

 

 

 

Fonte:O antagonista

Deixe um comentário

CPU, LATERAL, ANUNCIE AQUI
LATERAL 02 – C.ALIANÇAS
No data was found
%d blogueiros gostam disto: