Rondônia registra mais de 740 focos de queimadas na segunda semana de agosto

Entre os dias 8 e 14 de agosto foram registrados 52% a mais de focos que na semana anterior. Dados são do programa de queimadas do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais.
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter

Rondônia registrou 744 focos de queimadas entre os dias 8 e 14 de agosto, segundo dados coletados pelo satélite de referência Aqua do Programa Queimadas do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe). O número é 52% maior que o registrado na primeira semana deste mês, quando o satélite capturou imagens de 489 focos.

Porto Velho está no topo do ranking dos municípios do estado, com 343 pontos de queimada visualizados, representando 46% do que foi registrado em Rondônia.

  1. Porto Velho – 343
  2. Candeias do Jamari – 96
  3. Cujubim – 92
  4. Nova Mamoré – 60
  5. Machadinho D’Oeste – 24

 

Ainda há registro de queimadas em outros 22 municípios.

A capital rondoniense também se destaca no ranking nacional como a sétima cidade com maior número de queimadas.

  • Altamira (PA) – 711
  • São Félix do Xingu (PA) – 620
  • Corumbá (MS) – 508
  • Novo Progresso (PA) – 507
  • Lábrea (AM) – 420
  • Poconé (MT) – 382
  • Porto Velho (RO) – 343

 

Do total de focos de calor, 38 foram registrados em terras indígenas, 136 em unidades de conservação estaduais, e 35 em unidades de conservação federais.

Em cada categoria, os mais atingidos foram a TI Karipuna, com 14 focos, a Reserva Extrativista Jaci-Paraná, com 82 focos, e a Floresta Nacional do Jacundá, com 15 focos. (Confira no gráfico abaixo).

Fonte: G1

Deixe um comentário

CPU Lateral, Dias das Crianças
No data was found
No data was found
%d blogueiros gostam disto: