Prefeito confirma que 60 profissionais da saúde estão afastados das funções em Ariquemes, RO

Anúncio foi feito na noite desta segunda-feira (27) na página de Thiago Flores no Facebook. 'Por isso, quero já pedir compreensão à população no sentido de atraso no eventual atendimento', disse.
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter

Sessenta profissionais de saúde de Ariquemes (RO) foram afastados das funções por terem adoecido. A informação foi confirmada pelo próprio prefeito da cidade, Thiago Flores, em um vídeo publicado em sua página no Facebook na noite desta segunda-feira (27).

Ele também relembrou que, apesar dos esforços para frear a disseminação do novo coronavírus, 100% dos leitos clínicos estão ocupados, além de 66,7% dos de UTI.

“É importante dizer que no combate a essa pandemia, alguns dos nossos guerreiros, da linha de frente, adoeceram. E hoje já são 60 os profissionais de saúde afastados, na data de hoje, desse combate. Por isso, quero já pedir compreensão à população de Ariquemes no sentido de atraso no eventual atendimento, seja na UPA, seja em alguma UBS”, explicou.

Para resolver o problema e evitar o risco de colapso nos atendimentos, o chefe do executivo municipal disse que está remanejando servidores para que o foco no combate à pandemia continue. “Eu quero dizer que profissionais do CAR [Centro de Afecções Respiratórias] foram capacitados visando diminuir as longas filas que têm se formado no Seeja”, informou.

Segundo ele, esses profissionais foram distribuídos em algumas Unidades Básicas de Saúde (UBS) do município. O prefeito pede ainda que a população evite filas e procure uma das unidades para “diminuir a angústia das pessoas esperando atendimento”.

Curva em ascensão

A Secretaria Estadual de Saúde (Sesau) de Rondônia confirmou, nesta segunda-feira (27), 16 novas mortes em decorrência do novo coronavírus. Desde o início da pandemia, foram registrados 830 óbitos na região.

O número de diagnósticos soma 36.148: são 338 infecções a mais que o total contabilizado até a noite de domingo (26). Em contrapartida, 25.244 (69,8%) pessoas já estão curadas da doença em Rondônia.

A capital continua sendo a cidade com maior número de infectados: são 20.772 diagnósticos da doença e 543 óbitos. Em seguida está Ariquemes com 2.378 casos confirmados, Guajará-Mirim com 2.094 e Vilhena com 1.103 diagnósticos.

A Sesau também divulgou no boletim que há:

  • 429 pacientes internados no total;
  • 117.915 testes realizados; e
  • 1.019 casos suspeitos aguardando resultado no Lacen.

 

 

FONTE: G1

Deixe um comentário

CPU, LATERAL, ANUNCIE AQUI
No data was found
No data was found
%d blogueiros gostam disto: