Pecuarista confessa ter encomendado a morte da esposa por R$ 25 mil

Homem encomendou morte da esposa em suposto roubo de caminhonete.
Facebook
WhatsApp
Twitter

O fazendeiro Laci Rigoti, 55, confessou ser o mandante da morte da esposa Simeria Felício, 44, no último dia 11 de setembro na Vila da Penha, distrito de Abunã, em Porto Velho. A vítima foi executada com tiros na cabeça.

Ao delegado Daniel Braga, responsável pelas investigações, o criminoso contou que contratou José S., vulgo “Zezinho” e Norival R.S., (Neném) para cometerem a execução. Os três envolvidos foram presos nesta segunda-feira (01) em Nova Califórnia.

Laci informou que o valor combinado para que a dupla matasse a mulher dele foi de R$ 25 mil e que somente seria pago no mês de dezembro.

Em depoimento, o fazendeiro alegou ainda que a esposa era muito “problemática”, pois queria dar muitas opiniões nos negócios dele. O homem também não queria a separação para não ter que dividir os bens.
Simeria foi morta quando o marido teria parado a caminhonete Ranger do casal no acostamento da rodovia. Ele usou o pretexto de urinar no mato.
Os bandidos que já seguiam o casal em um carro modelo Toro praticaram o crime e fugiram na caminhonete junto com o fazendeiro.

O trio levou a Ranger até o município de Guajará-Mirim e deixou o veículo abandonado. Depois disso, eles retornaram até o local onde a mulher estava morta.

O fazendeiro foi amarrado e deixado na mata para simular o roubo. Contudo, em um trabalho intenso de investigações dos policiais civis do 10° DP de Nova Mutum, sob o comando do delegado Daniel Braga, foi possível elucidar o crime e prender os três envolvidos.

Fonte: Rondoniaovivo

Deixe um comentário

LATERAL – ANIVERARIO RADIO
Lateral – Imaral
Lateral 03. CPU – FINAL DE ANO RÁDIO
Lateral 03 – CPU – Dia Internacional da Mulher
Lateral3 – Feliz Ano Novo – Rádio
%d blogueiros gostam disto: