Mulher é mantida trancada por dois meses em residência após conhecer apenado pelas redes sociais

Facebook
WhatsApp
Twitter

Uma mulher de 22 anos natural do estado de São Paulo, foi salva após ser mantida como refém e em cárcere privado por dois meses em uma residência no bairro Três Marias, zona leste de Porto Velho no início da noite desta quinta-feira (19).

As informações dão conta que a vítima que morava na cidade de Santos-SP, conheceu um homem de nome Romário pelas redes sociais, onde passaram cerca de 9 meses trocando mensagens, até resolver embarcar de ônibus para a capital rondoniense.

Ao chegar na rodoviária de Porto Velho, a vítima teria desconfiado ao encontrar o suspeito, pois ele fazia uso de tornozeleira eletrônica, e ao chegar na residência passou a ser mantida em cárcere e ter todos seus pertences roubados pelo apenado monitorado.

Segundo a vítima, ela era constantemente agredida com socos, chutes e puxões de cabelo, além de ser obrigada a manter relação sexual a força.

Em um momento que a vítima foi levada em um mercado na Avenida Mamoré, aproveitou para correr e pedir ajuda de populares, em seguida o suspeito fugiu. Devido a mulher não conhecer a cidade, não conseguiu informar onde era a residência onde ficou por dois meses trancada em um quarto.

Mesmo sendo monitorado o suspeito não foi localizado devido ter desligado o aparelho eletrônico. A vítima foi entregue no Creas onde ficou sob cuidados para que fossem tomadas as medidas cabíveis.

A Polícia Militar fez o registro da ocorrência e encaminhou a Delegacia Especializada.

 

Fonte – News Rondônia

Deixe um comentário

Anuncie aqui – Lat
Lateral 03. CPU – FINAL DE ANO RÁDIO
LATERAL – ANIVERARIO RADIO
%d blogueiros gostam disto: