MP-SP rejeita pedido de abertura de inquérito contra Neymar por homofobia

Jogador foi gravado chamando ex de sua mãe, Nadine Gonçalves, de viadinho
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter

Ministério Público de São Paulo não abrirá inquérito contra Neymar pelo crime de homofobia. O pedido havia sido feito pelo ativista Agripino Magalhães. Ele protocolou o pedido após vazamento de um áudio, no qual Neymar chama o modelo Tiago Santos, então namorado de sua mãe, de viadinho.

Na conversa, realizada durante um jogo, um dos “parças” de Neymar fala em matar Tiago, enfiando um cabo de vassoura em seu ânus. Segundo o MP, caberia ao próprio Tiago mover a ação contra o jogador, e não terceiros.

Tiago Ramos e a mãe de Neymar, Nadine Gonçalves, se envolveram em uma briga no começo do mês. Os vizinhos se assustaram com os gritos, e há relatos de que houve agressão física. Uma ambulância precisou ser chamada para socorrer o modelo.

 

Fonte: Metropoles.

Publicado Por: Victor Costa

Deixe um comentário

CPU Lateral, Dias das Crianças
No data was found
No data was found
%d blogueiros gostam disto: