MP investiga prefeito e vereador de Buritis sobre a fábrica de chocolate e licor que já consumiu mais de R$ 1 milhão e continua parada

Facebook
WhatsApp
Twitter
Prevendo que uma investigação estava em curso o prefeito de Buritis Ronaldi Rodrigues de Oliveira em companhia do vereador Wilson Lenz, em março último ( veja a matéria no site da prefeitura http://www.buritis.ro.gov.br/noticias-agricultura/item/1471-fabrica-de-chocolate-e-licor-sera-inaugurada-em-breve-em-buritis) colocaram a fábrica para funcionar, mas somente por um dia e atualmente nenhuma gota de chocolate foi produzido a não ser a que ilustrou as fotos do dia da inauguração.

MP investiga prefeito e vereador de Buritis sobre a fábrica de chocolate e licor que já consumiu mais de R$ 1 milhão e continua parada

O Ministério Público do Estado de Rondônia –MP/RO por meio da Promotoria de Justiça da Comarca de Buritis, abriu procedimento preparatório para investigar a devida aplicação de mais de R$ 1 milhão de reais na construção de uma fábrica de chocolate e licor na cidade mencionada. Quem a assina a peça processual é o promotor de Justiça Dr. Matheus Kuhn Gonçalves e tem como foco apurar possível ato de improbidade administrativa consistente no recebimento de recursos públicos para construção de uma unidade piloto de implantação de processamento de cacau no município de Buritis.

 

A fábrica de beneficiamento de cacau é fruto de emenda parlamentar da então deputada federal Marinha Raupp e iniciou todo o processo há quase 10 anos ainda na gestão do ex-prefeito Elson Montes e durante este período todo maquinário ficou esquecido em uma edificação que foi construída para tal finalidade. Intitulando o pai da criança o vereador Wilson Lenz que é tido como cão de guarda do casal de políticos decantes Raupp, o nobre edil juntamente com o então superintendente da Ceplac no Estado de Rondônia Cacildo Viana, criaram a ideia que Buritis tinha demanda na produção de cacau para se ter uma fábrica de beneficiamento do produto, mesmo tendo estudos que comprova o contrário. O que se viu neste quase 10 anos foi um maquinário esquecido dentro de um elefante branco, enquanto os pais da crianças começaram a não assumir a paternidade.

 

Prevendo que uma investigação estava em curso o prefeito de Buritis Ronaldi Rodrigues de Oliveira em companhia do vereador Wilson Lenz, em março último ( veja a matéria no site da prefeitura http://www.buritis.ro.gov.br/noticias-agricultura/item/1471-fabrica-de-chocolate-e-licor-sera-inaugurada-em-breve-em-buritis) colocaram a fábrica para funcionar, mas somente por um dia e atualmente nenhuma gota de chocolate foi produzido a não ser a que ilustrou as fotos do dia da inauguração. Diante deste quadro o promotor de Justiça Dr. Matheus Kuhn já iniciou uma investigação tendo já enviado oficio ao prefeito Ronaldi Rodrigues para que o mesmo esclareça se houve o recebimento do valor de R$ um milhão de reais em recursos públicos para a construção da fábrica e a aquisição dos equipamentos. De igual teor o vereador Wilson Lenz foi oficializado para prestar os devidos esclarecimentos a cerca dos fatos mencionados, mas por enquanto o edil está se salvando por culpa da pandemia do Corid-19 que impede do MP/RO tomar depoimentos presencial dos citados em processos de investigações. Agora o MP irá fazer uma minuciosa investigação para saber se realmente o montante informado foi devidamente empregado dentro da legislação vigente no país ou do contrário quem dever será certamente penalizado conforme preconiza a lei.

 

Fonte: Alexandre Araujo/www.ouropretoonline.com

Deixe um comentário

Anuncie aqui – Lat
Lateral 03. CPU – FINAL DE ANO RÁDIO
LATERAL – ANIVERARIO RADIO
%d blogueiros gostam disto: