Mais de 40% dos trabalhadores em RO atuaram na informalidade no mês de julho, diz pesquisa

Taxa de desocupação no estado é menor que a média nacional. Dados foram levantados em pesquisa realizada pelo IBGE.
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter

Cerca de 309 mil moradores de Rondônia trabalharam na informalidade no mês de julho, segundo a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Esse número representa 42% de todos os trabalhadores ativos do estado.

A pesquisa também apontou que aproximadamente 737 mil pessoas tinham uma ocupação no último mês. Entre esses profissionais, a quantidade de pessoas que trabalharam por conta foi maior do que a dos que têm carteira assinada ou a de servidores públicos:

  • Trabalhador por conta própria: 34,9%
  • Carteira assinada no setor privado: 26,3%
  • Militares e servidores estatutários: 13,1%

 

O estado também teve uma taxa de desocupação de 9,1%, um pouco abaixo da média nacional que foi de 13,1%. Das 591 mil pessoas que estavam fora do mercado de trabalho, 34,2% informaram que não procuraram emprego, mas que gostariam de trabalhar, sendo que 18,5% disseram não ter procurado uma ocupação por causa da pandemia da Covid-19 ou por não ter opção de trabalho na região.

Já entre os que estão trabalhando, 8,9% foram afastados dos seus postos durante a pandemia, sendo que desses, 34,4% deixaram de receber remuneração.

FONTE: G1

Deixe um comentário

CPU, LATERAL, ANUNCIE AQUI
No data was found
No data was found
%d blogueiros gostam disto: