Jogador que fez gol que Pelé não fez atuou em time “homônimo” de Messi

Em Rondônia, Emerson Bacas jogou pelo Barcelona de Vilhena, Real Ariquemes e Porto Velho. Ex-companheiros falam sobre o futebol dele
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter

Emerson Bacas fez nessa quarta-feira (17) o gol que Pelé não fez pelo Campeonato Amazonense 2020. Na internet, a relação do feito com uma possível indicação com o prêmio Puskas tem ganhado força. O atleta pertence ao Porto Velho e está emprestado à equipe amazonense. Porém, a curiosidade não para por aí. O jogador iniciou a trajetória na região amazônica atuando pelo time homônimo de outro craque: Messi.

Foi no Barcelona de Vilhena em 2018. Na equipe, o atleta participou da campanha que levou ao vice-campeonato estadual, perdido para o Real Ariquemes. Rocha era goleiro daquele time. Titular na final e importante na campanha, ele afirma que Bacas tem muito potencial ainda para aparecer.

– Ele tem um talento incrível. Gosto bastante da maneira de atuar dele. Ele tem um futebol que lembra muito épocas passadas. Se movimenta bastante, é atrevido para jogar desde lá. Se trata de um atleta com grande talento. A gente torce para que ele tenha uma repercussão muito boa. Ele tem todos os quesitos para estar no Puskas – frisou.

 

Douglas Silva também era goleiro daquele elenco. Ele teve oportunidade de, nos treinamentos, atuar contra Bacas. Desde lá, ele já via qualidade no atleta.

– Ele sempre foi um jogador de muita qualidade. Não a toa teve a base no Fluminense. Sempre foi difícil atuar contra ele. Bate muito bem na bola. Por isso, não me surpreende o que ele fez. Tive oportunidade de trabalhar a favor e contra, agora em 2020, eu pelo Rondoniense e Cacoalense. Fico feliz por ver ele poder demonstrar a qualidade dele no Amazonas. Ele fez um lance emblemático. O Bacas pode ainda mais.

Fagner teve a oportunidade de atuar com ele em duas equipes, no Barcelona e Real Ariquemes. Meia, por vezes, completavam as jogadas dentro de campo.

– Ele é muito inteligente e finalizador. Antes da bola chegar já sabe o q fazer. Se deixar ele finalizar, tchau, é gol. A gente estava no Real Ariquemes em 2019, precisávamos ganhar do Santos do Amapá pra classificar. Lá, eu dei uma assistência para ele, e soltou o pé. Foi um golaço. Lá, ele falou pro Tiago Batizoco: “Vou te dar mais 15 dias de emprego”. Dito e feito. Ou seja, além de ser um excelente jogador, tem grande personalidade – conta o parceiro de meio-campo.

Além do Barcelona, ele foi decisivo, recentemente, em 2020 no título do Porto Velho contra o Real Ariquemes na última temporada. Por lá, quem tentou impedir com marcação os feitos de Bacas foi o técnico Álvaro Miguéis. No confronto, ele esbarrou na qualidade do contra-ataque armado por ele.

– Ele é um jogador de muita qualidade que brilha em finais. Foram jogos bem equilibrados. O time deles era uma grande equipe. O Bacas foi feliz em um contra ataque contra a gente. Quanto o gol que nós tomamos, ele estava marcado, mas, mesmo assim, conseguiu bater o marcador. O Bacas é muito bom jogador. Faz diferença o atleta antevê a jogada. Hoje em dia os goleiros têm jogado muito adiantado. Ele fez algo muito bonito.

Emerson Bacas tem 26 anos e já passou por Amazonas FC (AM), Atlético Itapemirim (ES), Barcelona (RO), Bonsucesso (RJ), Carapebus (RJ), Fast Clube (AM), Grêmio Prudente (SP), Luverdense (MT), Paulista (SP), Porto Velho (RO), Real Ariquemes (RO) e Sergipe. Na base, atuou no Fluminense. E, fora do país, na Espanha, pelo Cádiz. Atualmente está se recuperando de uma lesão na clavícula. Recentemente ele recebeu valorização do Porto Velho, sua equipe base.

Veja algumas repercussões nas redes sociais:

FONTE: G1

Deixe um comentário

No data was found
Lat. 02 – RADIO
Lateral 03 – Nov. Azul Radio
%d blogueiros gostam disto: