Índice de pessoa sem instrução ou com menos de cinco anos de estudo cai para 16% em Rondônia

Em 2016, Rondônia tinha 21,5% da população sem educação formal. Dados do PNAD foram divulgados nesta semana.
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter

O índice de pessoa sem instrução ou com menos de cinco anos de estudo caiu em Rondônia entre 2016 e 2019, segundo levantamento divulgado nesta semana pelo segmento Educação da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD Contínua).

Em 2016, Rondônia tinha 21,5% da população sem educação formal. Já em 2019 essa taxa era de 16,%.

Ainda de acordo com dados do PNAD Contínua, 35,3% dos rondonienses tinham 12 anos ou mais de estudo no ano de 2016. Já em 2019 essa taxa subiu para 40,9%.

Ao longo de três anos, o levantamento indicou uma diminuição na diferença das taxas das pessoas com mais de 12 anos de estudo (em comparação da realidade brasileira e rondoniense). A diferença era de 9% em 2016 e caiu para 7,1% em 2019.

Nível de escolaridade

O PNAD Contínua também pesquisou o nível de escolaridade. As taxas das pessoas que não tinham instrução e das pessoas com ensino fundamental completo tiveram redução.

Em 2016, as pessoas sem instrução ou fundamental incompleto representavam 45,4% da população com mais de 14 anos; em 2019 essa representatividade caiu para 41,7%.

“Em consequência, houve aumento das representações das pessoas que concluíram os ensinos médio e superior. Em 2016, as pessoas com ensino médio ou superior incompleto eram 26,4% da população com mais de 14 anos em Rondônia, subindo para 30,2% em 2019, e a participação das pessoas que concluíram o ensino superior subiu de 8,5% para 10,4%”, diz o PNAD.

A nova pesquisa indica ainda que:

  • 99,7% das crianças e adolescentes rondonienses, com idades entre seis e 14 anos, estavam na escolas, sendo que 98,1% frequentavam o ensino fundamental;
  • 88,6% dos adolescentes com idades entre 15 e 17 anos estavam na escola, sendo 65,9% cursando o ensino médio;
  • No ano passado, 26,1% dos jovens com idades entre 18 e 24 anos estavam no ensino superior em Rondônia;
  • Ao todo, 79,2% dos estudantes do ensino superior e 88,2% dos estudantes de pós-graduações estavam em instituições privadas;

Trabalho x Estudo

Segundo o PNAD, 17,3% dos estudantes adolescentes tinham alguma ocupação profissional no ano passado. No país, este índice é de 12,6%.

Quanto aos alunos rondonienses com mais de 25 anos, 72,1% possuem alguma atividade remunerada.

Deixe um comentário

CPU, LATERAL, ANUNCIE AQUI
No data was found
No data was found
%d blogueiros gostam disto: