Homem apontado como agressor de modelo transexual é preso no Rio

Lucas Brito Marques estava foragido. Alice Felis foi roubada e espancada na noite de domingo (16). Ela teve o nariz e o maxilar quebrados.
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter

O homem apontado como agressor da modelo transexual Alice Felis foi preso na manhã desta quinta-feira (20). Lucas Brito Marques estava foragido e vai responder por tentativa de latrocínio.

A prisão aconteceu após negociações com os policiais ao longo da madrugada, confirmou a delegada Bianca Lima, da 13ª DP (Copacabana).

Lucas foi preso no Morro Pavão-Pavãozinho, também em Copacabana.

Segundo a delegada Bianca Lima, o próximo passo da investigação é o reconhecimento por parte da vítima e o resultado de exames periciais do local.

“A motivação primeira é patrimonial. Aí a gente percebe, pelo depoimento da vítima, que existia algum tipo de discriminação”, destacou a responsável pela investigação.

Lucas, que já tem passagens por roubo, tráfico de drogas, porte ilegal de arma de fogo e homicídio. Com um mandado de prisão temporária, ele será encaminhado para a Polinter e depois para o sistema carcerário do RJ.

Suspeito de agredir modelo trans em Copacabana, Zona Sul do Rio, foi preso — Foto: Divulgação

Suspeito de agredir modelo trans em Copacabana, Zona Sul do Rio, foi preso — Foto: Divulgação

Alice foi roubada e espancada na noite de domingo (16). Ela teve o nariz e o maxilar quebrados. A modelo o reconheceu por meio de fotos na delegacia.

“O crime impressionou pela extrema violência usada pelo autor Lucas, deixando o claro o ódio como uma de suas motivações. O Lucas é um indivíduo extremamente perigoso, ostentando um histórico criminal com mais de 20 anotações, por práticas de atos infracionais e crimes, apesar da pouca idade”, afirmou a delegada Bianca Lima.

A advogada de Alice, Feh Oliveira, destacou que o suspeito também tinha histórico de crimes contra transsexuais.

“Ele já tinha passagem pela polícia por furto, por roubos. É uma pessoa conhecida em Copacabana, acostumado a aplicar golpes em travestis, em transexuais”.

Alice Felis, modelo trans vítima de agressão em casa — Foto: Reprodução/TV Globo

Alice Felis, modelo trans vítima de agressão em casa — Foto: Reprodução/TV Globo

A vítima e o agressor se conheceram em um bar na Rua Miguel Lemos, na noite de sábado (15). Conversaram e decidiram ir para a casa de Alice. Ela conta que eles beberam — e as agressões começaram.

Alice se lembra dos detalhes da agressão. “Ele pegou no meu pescoço, me jogou no chão e foi me arrastando. Dali, começou a me bater, me esmurrar, me dar soco, me xingar. Ele quebrou meu maxilar, o meu nariz. Estou com a boca costurada, tive ponto. Ele tentou me esfaquear. Foi bem constrangedor, bem difícil, mesmo”.

Mobilização

 

A agressão a Alice foi parar nas redes sociais. Artistas mostraram solidariedade à modelo. “Gente, eu fiquei sabendo do caso da Alice Felis, uma mulher trans que foi agredida ontem à noite aqui no Rio, foi espancada dentro do apartamento dela”, disse a cantora Preta Gil.

“Já assisti, já chorei de ódio dessa transfobia maldita que ainda existe, não é possível!”, afirmou a atriz e influenciadora digital Kéfera Buchmann.

“Eu espero do fundo do meu coração que quem fez isso pague, que seja preso e que a justiça seja feita”, comentou a cantora Pablo Vittar.

FONTE: G1 

Deixe um comentário

No data was found
Lat. 02 – RADIO
Lateral 03 – Nov. Azul Radio
%d blogueiros gostam disto: