Helicóptero do Ibama é incendiado em Aeroclube de Manaus

Incêndio é tratado como criminoso; motivo seria retaliação por operações contra garimpo
Facebook
WhatsApp
Twitter

Um helicóptero do Ibama foi incendiado na manhã desta 2ª feira (24.jan.2022) no Aeroclube de Manaus. Segundo a Polícia Militar, ninguém ficou ferido e o caso é tratado como um incêndio criminoso.

O Corpo Bombeiros foi acionado ainda nas primeiras horas da manhã e controlou o fogo. A PM foi chamada pela indicação de que o incêndio teria sido criminoso. Até o momento ninguém foi preso.

A suspeita da PM é que o ataque seja retaliação contra o órgão ambiental vinda dos donos de balsas de garimpo na região. O helicóptero do Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis) incendiado era utilizado nessas operações.

As chamas atingiram principalmente a parte da frente da aeronave, assim como sua hélice. Pelas imagens, é possível ver que o helicóptero ficou quase completamente destruído.

CopyrightDivulgação/PM-AM

Estado da aeronave depois que as chamas foram controladas

Em nota ao Poder360, o Ibama afirmou que quando foi informado enviou uma equipe até o Aeroclube. Ao chegar ao local, o instituto constatou “a tentativa de incêndio em duas aeronaves“. O Ibama afirma que acionou a Polícia Federal.

GARIMPO EM AMAZONAS

A busca por ouro na região Amazônica foi exposta em novembro de 2021, com a invasão de garimpeiros ao Rio Madeira. Na ocasião, cerca de 600 barcas se instalaram no rio em busca do minério.

No fim daquele mês, o Ibama, a Polícia Federal a Força Nacional e a Marinha do Brasil realizaram operação para conter o avanço do garimpo ilegal na região da Amazônia. O ministro Anderson Torres (Justiça e Segurança Pública) anunciou que 131 balsas foram apreendidas e destruídas na ocasião. Um garimpeiro também foi preso.

A operação contou com o uso de helicópteros do Ibama, que realizaram o reconhecimento da área invadida.

Uma das formas de minerar uma área é a chamada mineração industrial, feita com tecnologia especializada, em um espaço a ser explorado em profundidade.

Já o garimpo é a mineração manual, sem o auxílio de máquinas. Não é feito em profundidade e sim na superfície, degradando mais área dos biomas. Normalmente é feito de forma ilegal, sem tem autorização da ANM (Agência
Nacional de Mineração), como é o caso do processo feito pelos garimpeiros que invadiram o Rio Madeira.

O garimpo é a principal forma de mineração na Amazônia. Dados do MapBiomas indicam que a área minerada por garimpo na região em 2020 chegou a 101,1 mil hectares. É, de longe, a maior área de garimpo no Brasil.

 

 

Fonte: Poder360

Deixe um comentário

LATERAL – ANIVERARIO RADIO
Lateral – Imaral
Lateral 03. CPU – FINAL DE ANO RÁDIO
Lateral 03 – CPU – Dia Internacional da Mulher
Lateral3 – Feliz Ano Novo – Rádio
%d blogueiros gostam disto: