Governo de RO empossa aprovados no concurso de perito criminal e agente de criminalística da Politec

Cerimônia de posse nos cargos de perito criminal e agente de criminalística realizada no Palácio Rio Madeira
Facebook
WhatsApp
Twitter

Fonte: Jr rondonia vip

 

Com o objetivo de fortalecer a Segurança Pública no Estado, o Governo de Rondônia empossou 60 novos concursados da Superintendência de Polícia Técnico-Científica de Rondônia (Politec), para os cargos de perito criminal e agente de criminalística. A cerimônia de posse foi realizada nesta sexta-feira (9), no auditório Jerônimo Santana, no Palácio Rio Madeira, em Porto Velho. Ao receber os distintivos e a responsabilidade de investigar crimes, os novos servidores relataram o entusiasmo de fazer parte da instituição, uma vez que, com as mudanças realizadas nos últimos anos na Politec, ingressar no órgão ficou mais atrativo com um serviço moderno e tecnológico, e ainda com melhores remunerações. Uma das empossadas, Bruna Helena Accioly, que tomou posse como perita criminal, afirmou que fazer parte da Polícia Técnico-Científica era um sonho. ‘‘As provas produzidas pela perícia criminal são muito importantes para inocentar suspeitos, assim como para condenar os que realmente praticaram crimes. Está sendo incrível fazer parte da Politec, participei do curso, onde saí pós-graduada em Ciências Criminais, é um diferencial para o exercício da função’’, destacou. Quem também sonhava em fazer parte da Politec é o advogado Nilson da Silva Medanha Júnior, que tomou posse como agente de criminalística. ‘‘A Polícia Técnico-Científica faz um trabalho excelente, visto que ela contribui para que a efetiva justiça seja feita, e com certeza nós, os novos servidores, iremos contribuir com esse trabalho. E esse momento representa para mim, a realização do sonho de fazer parte da Segurança Pública do Estado onde nasci’’, salientou. Os cargos foram ocupados por rondonienses, como é o caso do advogado Nilson, mas também por aqueles que vieram de outros estados em busca de oportunidade e de olho nesta fase do Estado, que está em plena evolução. É o caso de Arthur Santana, que mudou do Rio Grande do Norte para Rondônia, após ter sido aprovado no concurso. ‘‘Rondônia está crescendo e tem se mostrado com potencial para o Brasil. Um Estado privilegiado por estar localizado na Amazônia e é forte na produção de alimentos. Além disso, tem feito grandes investimentos na Segurança Pública, e eu vejo em Rondônia, a oportunidade para desenvolver minha carreira como perito criminal, que sempre foi meu sonho, pois o Estado valoriza seus servidores para entregar um bom serviço à população’’, ressaltou. REFORÇO E INOVAÇÃO Ao reforçar o quadro de servidores na Politec, o objetivo do Governo de Rondônia é fortalecer o trabalho de elucidação de crimes no Estado e a promoção da Justiça. Para o governador de Rondônia, Marcos Rocha, a Politec, assim como os demais órgãos de segurança do Estado, estão mais estruturados com os investimentos que o Governo realiza com equipamentos, capacitações e melhores remunerações. “Com o ingresso dos novos peritos criminais e agentes de criminalísticas, estamos fortalecendo a entrega de bons resultados à população’’, ressaltou. O governador destacou ainda que, o curso de formação especializada que participaram os novos concursados, onde foram treinados para lidar com a complexidade do trabalho forense, para cumprir com excelência o desvendamento de crimes, é uma iniciativa inédita no Brasil. ‘‘Mais uma vez Rondônia conseguiu inovar ao realizar esse curso de especialização, deixando os novos servidores aptos para exercerem bem suas funções’’, pontuou. CAPACIDADE DE INVESTIGAÇÃO O superintendente da Politec, Domingos Sávio enfatizou que, o reforço do quadro de servidores da Polícia Técnico-Científica representa uma referência na história da Politec. ‘‘Com esses novos servidores, vamos fortalecer a capacidade de investigação e a qualidade das análises forenses. A instituição precisa do empenho dos servidores e a sociedade, da entrega de resultados’’, reforçou. O secretário de Segurança, Defesa e Cidadania (Sesdec), Felipe Bernardo Vital acentuou a importância dos servidores desempenharem suas funções para alcançar êxito em suas missões, e evidenciou a integração operacional das forças de segurança de Rondônia, que tem feito o Estado avançar no combate à criminalidade. Os servidores da Polícia Científica, assim como das demais forças da segurança, receberam do Governo de Rondônia aumento salarial, garantido por Lei sancionada no dia 18 de dezembro do ano passado. Para a Polícia Técnico-Científica, o percentual varia de 0,50% a 56,00%, que vão ser implementados gradativamente até 2026. DISTRIBUIÇÃO Os novos 30 peritos criminais e 30 agentes de criminalistas serão lotados nas seguintes unidades periciais: Instituto de Criminalística Dr. Gutemberg Mendonça Granja, Instituto Laboratorial Criminal Dr. Antônio Carlos Sampaio Nunes de Melo, Instituto DNA Criminal, localizados em Porto Velho. E ainda nas Coordenadorias Regionais de Criminalística nos municípios sede: Guajará-Mirim, Ariquemes, Jaru, Ji-Paraná, Cacoal, Rolim de Moura, São Miguel do Guaporé e Vilhena.

Deixe um comentário

famacia da farmilia anigif
Sequência 01_1
390eb22f-9320-48b4-a41f-6e816a9e61a4
13anos-interativafm-feed (1)