Fernando Guillen, pastor da Igreja Batista da Lagoinha, morre de Covid-19 em Belo Horizonte

Líder religioso tinha 41 anos e estava internado desde janeiro para se tratar de complicações da doença. Ele já havia superado um câncer no ano passado.
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter

O pastor da Igreja Batista da Lagoinha, Fernando Guillen, morreu nesta quarta-feira (17), aos 41 anos, vítima da Covid-19.

O líder religioso estava internado desde o final de janeiro no Centro de Terapia Intensiva (CTI) devido a complicações da doença. A morte foi anunciada nas redes sociais do pastor.

“Fernando Guillen descansou! Nosso Apóstolo, Pai espiritual e General de Deus foi recebido nos céus. Ele levantou-se do leito de sofrimento e enfermidade, foi ao encontro de Jesus, que ficou de pé para recebê-lo, pois sua trajetória na Terra transcendeu”, diz a nota.

Câncer em 2019

 

Fernando Guillen havia sido diagnosticado com câncer em 2019 e enfrentou sessões de quimioterapia para o tratamento da doença até meados do ano passado.

O corpo do líder religioso será sepultado na tarde desta quinta em Belo Horizonte. Ele deixa mulher e uma filha.

O pastor Márcio Valadão, líder da Igreja Batista da Lagoinha, lamentou a morte de Guillen nas redes sociais: “Um jovem tão precioso, amou Jesus de forma tão intensa e deixa um legado, um testemunho de dedicação, zelo e amor. Para aqueles que têm Jesus, a morte não é um adeus, é como se fosse apenas um ‘até logo'”.

FONTE: G1

Deixe um comentário

CPU, LATERAL, ANUNCIE AQUI
No data was found
No data was found
%d blogueiros gostam disto: