Evangelho do Dia: sejamos presença de Deus na vida do outro

“Vendo Jesus as multidões, compadeceu-se delas, porque estavam cansadas e abatidas, como ovelhas que não têm pastor” (Mateus 9,36).
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter

Jesus, hoje, chama os Seus discípulos e confere a eles o poder para expulsar os espíritos malignos, para curarem os doentes, enfim, para exercerem o apostolado do amor, da misericórdia e do cuidado.

Se olharmos para o mundo em que estamos, vemos que as ovelhas estão feridas e machucadas. Também fazemos parte dessas ovelhas feridas, machucadas e maltratadas pelo mundo, pelos tempos, pelos sofrimentos, e não podemos fazer outra coisa a não ser cuidarmos uns dos outros.

O primeiro sentimento é o de Jesus, o sentimento da compaixão. Compaixão é sofrer junto, é estar junto com o outro naquilo que ele sofre, passa e vive.

Vamos sair do nosso egoísmo, do nosso orgulho, do nosso mundo fechado e cercado por vaidades quando compreendermos o que o outro passa, vive, enfrenta e sofre. Esse é o sentido da vida cristã, é sair de si para ir ao encontro do outro, e o outro está ao nosso lado, dentro da nossa casa, saindo de nossas casas, nas ruas, nas esquinas da vida; o outro está sofrendo, e nós precisamos ser presença de Deus na vida dele.

Sei que, muitas vezes, podemos querer exercer um apostolado da oração e do julgamento. Oremos, porque precisamos mesmo orar, e mas não basta orar, julgar menos ainda; é preciso amar e cuidar. Oremos para que nos convertamos, para que criemos tempo e têmpera, vontade e disposição para dar a vida pelo irmão, para cuidarmos uns dos outros, porque estamos cuidando muito pouco ou quase nada.

O sentido da vida cristã é sair de si para ir ao encontro do outro

Muitas vezes, cuidamos de reparar a vida dos outros, de falar deles e julgá-los, mas quanto a amar, estamos exercendo de forma muito medíocre esse nosso apostolado.

A ordem de Jesus é muito clara: é preciso cuidar dos doentes, ressuscitar as pessoas que estão mortas, é preciso purificar os leprosos e expulsar os demônios.

Os demônios estão aí lançando confusão, briga, separação, divisão, discórdia e as pessoas estão em redes sociais, na internet e no mundo inseridas em confusões ideológicas, políticas, interesseiras, mesquinhas e não estão amando.

Não podemos mais perder tempo! De graça recebemos a graça e precisamos levá-la para os outros. Precisamos promover a evangelização da vida, precisamos não só pregar o Evangelho, mas o fazer ser impregnado em nós e nas pessoas com amor, cuidado e misericórdia.

Deus abençoe você!

Padre Roger Araújo

Deixe um comentário

CPU, LATERAL, ANUNCIE AQUI
No data was found
No data was found
%d blogueiros gostam disto: