Deputados não aparecem em instalação de Conselho para apurar recebimento de propina por Lebrão

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter

A instalação do Conselho de Ética da Assembleia Legislativa de Rondônia, que deveria ter ocorrido na tarde de terça-feira (27) foi adiada para a próxima semana. Dos 7 deputados escolhidos pelas bancadas para atuarem no órgão, apenas o presidente, Ismael Crispin (PSB) compareceu. Os demais – dois da Capital – sequer apresentaram justificativas. Crispin lamentou a ausência e após 30 minutos aguardando os colegas liberou os servidores da Assembleia.

A instalação do Conselho é necessária para que sejam apuradas as graves denúncias envolvendo o deputado Eurípedes Lebrão (MDB), flagrado em gravações autorizadas pela Justiça e que estaria recebendo dinheiro da corrução para a filha, prefeita de São Francisco do Guaporé, Gislaine Lebrinha.

Faltaram à reunião de instalação do Conselho os deputados Jair Montes, Alex Redano, Marcelo Cruz e Edson Martins, que são titulares, e os suplentes Luizinho Goebel e Ezequiel Neiva.

Pela manhã o presidente Ismael Crispin havia explicado à imprensa que a partir da instalação do Conselho, seria definido o relator dos processos contra Lebrão e ele seria notificado para apresentar defesa prévia.

O problema é que as regras do Conselho de Ética, foram escritas pelo próprio Lebrão, há cerca de 5 anos e preveem grandes prazos para parlamentares acusados. Para se ter uma ideia, até a votação final dos processos encaminhados pelo Conselho ao plenário da Assembleia serão necessárias cerca de 100 sessões ordinárias, o que facilita a impunidade.

Deixe um comentário

CPU, LATERAL, ANUNCIE AQUI
LATERAL 02 – C.ALIANÇAS
No data was found
%d blogueiros gostam disto: