De Brocador a DS87… Rogério faz parte de histórico de idas e vindas no Sport; relembre outros casos

Atacante tem negociação encaminhada para retornar à Ilha do Retiro, mas divide opiniões após últimos desempenhos por Ceará e Bahia; comentarista Cabral Neto analisa
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter

De negociação encaminhada com o Sport, o atacante Rogério será mais um em meio aos atletas que colecionam idas e vindas na Ilha do Retiro nos últimos anos. É o caso de nomes como Hernane Brocador, Diego Souza, André. Mas, após pouco mais de um ano distante, a retomada do jogador divide opiniões por conta do retrospecto recente e gera expectativas sobre qual desempenho ele mostrará no Rubro-negro dessa vez.

Aos 29 anos, Rogério tem vínculo com o Bahia, mas estava emprestado ao Ceará nesta temporada. Desde que deixou o Sport, em 2018, ele marcou dois gols em 34 partidas. Na avaliação do comentarista Cabral Neto, a aposta do Rubro-negro está principalmente no histórico passado do atleta.

– Claro que o Rogério nunca foi um artilheiro. É um jogador mais de preparação de jogadas e pelas virtudes que ele possui, de velocidade, de drible. Ele precisa estar sempre muito bem fisicamente para poder fazer alguma diferença. Então o Sport aposta muito mais no histórico longínquo do atleta do que no que ele vem fazendo nos últimos anos.

Na Ilha do Retiro, ele disputou as temporadas de 2016 a 2018, em que marcou 21 vezes em 122 partidas. Uma delas, inclusive, em sua despedida pelo Rubro-negro: a vitória por 2 a 1 sobre o Santos, na Série A de 2018. Ali, o Leão brigava contra o queda no Brasileiro, mas apesar do resultado, terminou rebaixado.

Durante a primeira passagem de Rogério pelo Sport, ele chegou a chamar a atenção do técnico Rogério Ceni, na época no São Paulo, que pretendia contar com o atleta após o fim do empréstimo ao Leão. Mas o clube terminou exercendo o poder de compra de mais 25% dos direitos do atacante, pelo qual desembolsou R$ 3,5 milhões.

Em meio aos atletas que colecionam idas e vindas na Ilha do Retiro, Diego Souza quem mais deixou saudade na torcida. Ele defendeu o Sport em 2014 e 2015, acertou com o Fluminense na temporada seguinte, mas após nove partidas retornou para 2016 e 2017. André fez caminho semelhante, atuando em 2015 e depois em 2017 e início de 2018. O atacante, inclusive, apareceu entre os interesses do clube novamente este ano.

Nesta temporada, outros dois velhos conhecidos registram momentos marcantes pelo clube. É o caso de Hernane Brocador, que está na Ilha desde 2018 após uma primeira passagem em 2015, além de Rithely. O volante, no entanto, após retornar de um período de empréstimo ao Internacional, rescindiu contrato com o clube após ação na Justiça do Trabalho.

FONTE: G1 

Deixe um comentário

CPU, LATERAL, ANUNCIE AQUI
LATERAL 02 – C.ALIANÇAS
No data was found
%d blogueiros gostam disto: