Com falta de peças, funcionários da Volkswagen Taubaté entram de férias

Este é o 6º período de férias coletivas na Volkswagen em Taubaté só neste ano
Facebook
WhatsApp
Twitter

A escassez de chips semicondutores está travando a fabricação de carros no mundo todo. No Brasil, a Volkswagen anunciou, nesse domingo (26.set.2021), que vai dar férias coletivas de 10 dias para cerca de 800 trabalhadores da sua montadora em Taubaté, no interior de São Paulo. A medida vai impactar as atividades de um turno inteiro da fábrica a partir desta 2ª feira (27.set).

Segundo a empresa, em comunicado publicado no site do Sindimetau (Sindicato dos Metalúrgicos de Taubaté e Região), “a medida será aplicada mais uma vez pela falta de componentes, principalmente de semicondutores, que vem sofrendo oscilações no fornecimento e dificultando a produção mundial de veículos”.

Este é o 6º período de férias coletivas na Volkswagen em Taubaté só neste ano. Também foram registrados 11 dias de “shutdown” e mais 5 dias de “day off” (folgas) com utilização de banco de horas –todos por falta de peças.

No município paulista, a companhia alemã produz veículos Gol e Voyage.

A Volkswagen não é a única montadora do país a interromper a fabricação de veículos por falta de peças. A Toyota anunciou anteriormente que vai suspender a produção de 13 a 22 de outubro, enquanto os funcionários gozam de férias coletivas. Fábricas em outros países também tiveram que frear a produção temporariamente por falta de chips.

Uma pesquisa da KPMG divulgada em junho deste ano mostra que a falta de semicondutores pode causar perda de US$ 100 bilhões à indústria automotiva. Segundo a consultoria, empresas do setor precisam “reavaliar com urgência seu modelo de negócios se quiser evitar problemas com o abastecimento de semicondutores”. Eis a íntegra do estudo, em inglês (3 MB).

Fonte: Poder360

Deixe um comentário

Imaral – lateral 01 – CPU
Smart Andrade – lat 02 – CPU
IMARAL – Laterall 03 – GIF – ANIVERSARIO
%d blogueiros gostam disto: