APÓS COLAPSO: Governador do Acre pede fechamento da divisa com Rondônia

Em coletiva concedida à imprensa o secretário de Saúde de Rondônia, Fernando Máximo, confirmou a suspeita de que a nova variante do Coronavírus está infectando pessoas em Porto Velho.
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Nesta última terça-feira (26) o governador do estado do Acre, Gladson Cameli, solicitou ao Governo Federal o fechamento das fronteiras com a Bolívia e Peru, além da divisa com os estados do Amazonas e Rondônia.
De acordo com o governador, o motivo dessa solicitação é o avanço da nova variante do Coronavírus.
“Estou muito preocupado com o avanço da variante do coronavírus. Em conversa ao telefone com o ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, solicitei apoio da União para imediato fechamento das fronteiras (Bolívia e Peru) e divisas (Amazonas e Rondônia) do Acre”, escreveu Gladson Cameli.
O governador acreano afirmou que não quer ver seu Estado chegar ao colapso registrado em Rondônia e no Amazonas, onde faltam médicos e leitos. Cameli ainda afirmou que o sistema do Saúde do Acre recebe diversos cidadãos rondonienses.
“A rede pública de saúde do Acre atende uma parte dos moradores de Rondônia, Amazonas, Bolívia e Peru. Não queremos, de forma alguma, negar ajuda aos nossos irmãos, mas temos um 1 milhão de acreanos que dependem do atendimento em nossos hospitais”, afirmou.
Em coletiva concedida à imprensa o secretário de Saúde de Rondônia, Fernando Máximo, confirmou a suspeita de que a nova variante do Coronavírus está infectando pessoas em Porto Velho.
A capital de Rondônia, que faz uma extensa fronteira de divisa com o Acre, vive um dos momentos mais críticos desde o início da pandemia.
Fonte: Rondoniaovivo
Confira postagem do Governo: 

Deixe um comentário

No data was found
No data was found
No data was found
%d blogueiros gostam disto: