Adversária do Brasil, Venezuela tem cinco casos de Covid-19; Conmebol altera regulamento

Após surto na delegação venezuelana, conselho da Confederação muda o Art. 30.1, que permitia somente cinco mudanças na lista final, e deixa livre as substituições de jogadores por Covid-19
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter

Adversária do Brasil na estreia da Copa América, neste domingo, a Venezuela teve cinco casos de Covid-19 confirmados na noite desta sexta-feira, às vésperas do início da competição. Os jogadores que testaram positivos estão isolados em um hotel em Brasília. A informação foi divulgada primeiramente pelo Metropoles e confirmada pelo ge.

Após o surto na delegação venezuelana, que desembarcou no Brasil na última quinta-feira e treinou em Brasília nesta sexta-feira, a Conmebol decidiu mudar o regulamento da Copa América e retirou o limite de cinco substituições por Covid-19 na lista final de convocados.

Segundo o documento divulgado nesta sexta-feira, o Art. 30.1 do regulamento de competições de seleções nacionais foi alterado pelo conselho da Confederação.

De acordo com o comunicado, a partir de agora, as seleções poderão fazer trocas na lista final de jogadores, até mesmo no decorrer da Copa América, sem limite de mudanças, caso algum atleta fique positivo para Covid-19 nos testes realizados pela Confederação.

A mudança é feita também após os recentes casos de Covid-19 confirmados nas últimas semanas nas seleções, como é o caso do meia Arrascaeta, do Uruguai, que já cumpriu o período de isolamento, por exemplo, mas acabou ficando de fora dos jogos das Eliminatórias da Copa do Mundo.

A alteração no regulamento ocorre faltando menos de 48 horas para o início do torneio, que começa neste domingo, com o jogo entre Brasil e Venezuela, no Mané Garrincha, às 18h.

FONTE GE

Deixe um comentário

CPU, LATERAL, ANUNCIE AQUI
No data was found
No data was found
%d blogueiros gostam disto: