Absurdo: Aluno ameaça orientadora escolar; ‘Vou dar um tiro na sua cabeça’

Aluno ameaça orientadora em RO; levado à DRPC com mãe - Foto: Divulgação
Facebook
WhatsApp
Twitter
Por determinação da Central de Operações do 6º BPM, uma guarnição foi chamada à Escola “Rocha Leal” em Guajára-Mirim, para averiguar uma ameaça. A orientadora escolar, vítima do caso, relatou que chamou o aluno “L.C.S.V.” à sala de orientação para discutir sua falta na escola na segunda-feira.
Após a conversa, enquanto saía da sala no corredor da escola, o aluno ameaçou a orientadora, dizendo que iria dar um tiro em sua cabeça. Temendo por sua segurança, a orientadora acionou a Polícia Militar. Ao ser questionado pela guarnição, o aluno “L.C.S.V.” explicou que foi chamado à sala de orientação, onde a orientadora o acusou de pular o muro da escola na segunda-feira para assistir aos jogos escolares no Ginásio de Esportes “Afonso Rodrigues”.
O aluno negou a acusação, afirmando que nem esteve na escola naquele dia. Chateado com a situação, ele saiu da sala e, sem pensar, proferiu a ameaça. A inspetora de pátio, testemunha do incidente, confirmou ter ouvido o aluno dizer no corredor escolar que daria um tiro na cabeça da orientadora.
Outros funcionários da escola alertaram o aluno sobre o tamanho do marido da orientadora, ao que ele respondeu desafiadoramente: “Pode vir quem quiser.” A guarnição levou o aluno à Delegacia Regional de Polícia Civil (DRPC), acompanhado por sua mãe, que compareceu ao local após ser informada. A orientadora também se dirigiu à DRPC por meios próprios.
O Conselho Tutelar foi acionado, mas dispensado, pois a mãe do aluno estava presente e acompanhou todo o procedimento policial. Diante dos fatos, foi registrada a ocorrência policial para as devidas providências cabíveis.

Fonte: Portal Guajará

Deixe um comentário

famacia da farmilia anigif
Sequência 01_1
No data was found