14 cidades de Rondônia planejam fim dos lixões até 2022

Consórcio intermunicipal vai licitar obras de engenharia e municípios vão licenciar áreas para a instalação de usinas de triagem e compostagem.
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter

O Governo de Rondônia divulgou nesta semana que 14 municípios rondonienses pretendem acabar com os lixões até o próximo ano. De acordo com a Secretaria de Estado do Desenvolvimento Ambiental (Sedam), a medida será possível com recursos do programa Zero Lixão, do Ministério do Meio Ambiente.

No início deste mês, engenheiros e analistas da Sedam e representantes do Consórcio Público Intermunicipal de Rondônia (Cimcero) fizeram vistorias nos municípios de Alvorada do Oeste, Candeias do Jamari, Castanheiras, Colorado do Oeste, Costa Marques, Guajará-Mirim, Jaru, Mirante da Serra, Nova Mamoré, Ouro Preto do Oeste, Presidente Médici, São Francisco do Guaporé, Seringueiras e Vale do Paraíso.

A próxima etapa, segundo o Governo do Estado é a licitação das obras de engenharia pelo consórcio e o licenciamento pelos municípios das áreas onde serão instaladas usinas de triagem e compostagem. Os contemplados têm 18 meses para concluir as adequações apresentadas no projeto e desativar os lixões que ainda estão em operação.

Conforme o Cimcero, o Programa Zero Lixão vai investir cerca de R$ 12 milhões em Rondônia com o equipamento das unidades de triagem e compostagem, estações de transbordo de resíduos, compra de caminhões para coleta seletiva e encerramento dos lixões.

A expectativa do Governo do Estado é que Rondônia seja o primeiro estado da Amazônia completamente livre dos lixões até o próximo ano, com a destinação adequada dos resíduos sólidos urbanos.

FONTE: G1 

Deixe um comentário

CPU Lateral, Dias das Crianças
No data was found
No data was found
%d blogueiros gostam disto: